Aviso


AVISO




Depois de quatro anos com muitas notícias do mundo latino, o Mescla Cultural fecha as suas portas. O blog não será mais atualizado, mas seu conteúdo permanecerá online. Aos leitores, meu muito obrigada por todos esses anos!





Marcadores: , ,

Heroes del silencio

Old but gold

Tenho um fraco por bandas latinas alternas dos 80/90 (porque não basta gostar de música latina, tem que tirar conhecimento do pré-sal, já dizia um amigo meu). Heroes del silencio é um desses exemplos, banda clássica dessas décadas e de onde surgiu Enrique Bunbury. Com vocês: Entre dos tierras.




Quer ver o clipe oficial com toda a bizarrice da década? Clica aqui.

Marcadores: ,

Mecano de volta: será?

O lendário grupo espanhol, Mecano, está de volta. Ao menos é o que garante o repórter esportivo José Antonio Abellán em seu programa de rádio na ABC Punto Radio. Segundo o jornalista, a banda se reuniria para uma turnê mundial, que já começaria em março, e que incluiria Espanha e América Latina.

Não se sabe ao certo se o caso se trata apenas de rumores, pois a empresária do grupo Rosa Lagarrigue diz em comunicado a imprensa que o Mecano não tem turnê agendada, mas que estão trabalhando nessa turnê há 20 anos e termina com "Mas tomara que possamos confirmar a turnê logo, logo".

Já se especula que essa declaração de Rosa tenha sido feita para chamar mais atenção a volta do grupo. De certo mesmo, é que essa seria a primeira vez que o grupo de reuniria depois de seu fim oficial em 1998.

Marcadores: ,

Ouça: David Bisbal canta acustico

Como havia adiantado em setembro, o espanhol gravou acústico no Teatro Real de Madrid no inicio desse mês, que sai no dia 05 de dezembro em formato de CD + DVD. Foram divulgadas duas faixas do álbum, "Adoro", e "Ave Maria", primeiro single da carreira do cantor no ano longínquo de 2002. Gostaram?






Atualizando - 27/11/2011: E temos um vídeo oficial:

Marcadores:

Esta es mi vida


Disco da Semana


E ai estavam eles, filhos de pastor, meio americanos/meio mexicanos. Não sei ao certo como deram tão certo de primeira, só que investiram bem na dupla e acabaram com Noel e Leonel (quando ainda existia o Sin Bandera) como padrinhos. Já adivinhou que são Jesse y Joy?

Dupla de irmãos com moça de voz bonita e irmão multi-instrumentista de segunda voz. Brasileiros são bem traumatizados por anos da ditadura Sandy e Junior, mas lá fora deu muito certo. A primeira vez que eu vi estava bem puta porque um calouro do Raul Gil tinha chegado ao Latin Grammy e estavam fazendo um escarcel sobre a indicação do cara. A band não transmitia o grammy mas só o calouro freak show (Beijo Paulinha! aprenderam e te deixaram em paz dessa vez). Então Jesse y Joy trouxeram a ordem natural das coisas e ganharam artistas revelação no grammy de 2007.

E ai começou a saga de Esta es mi vida. "Espacio Sideral" chegou as rádios com uma balada contagiante e os singles seguidos "Ya no quiero", "Volveré" e "Llegaste tu" seguiram caminho parecido. Os críticos torcem o nariz, dizem que é tudo muito parecido, e realmente é. Os dois tem uma musicalidade marcantes que você percebe de longe em todas as canções (maioria letra e melodia da dupla). Talvez a que eu menos gosto de todo o disco seja por esse motivo, "Ser o estar", é produzido por Leonel Garcia e tem muito dele na música. Todo o resto do disco é uma salada de elementos bem distribuidas, canções mais fortes (a maioria virou single) e outras nem tanto mas que fazem o cenário do álbum.

O maior problema desse disco porém não está em sua setlist, e sim no tempo que Jesse y Joy dedicaram a ele. Foram quatro anos de Esta es mi vida especial, deluxe, en vivo, sessiones e foi desgastando o duo. Tanto que Eletricidad não teve o mesmo sucesso e hoje é quase esquecido pelos fãs perto desse magnifico primeiro CD.

Mês que vem a dupla lançou seu terceiro disco "¿Con quién se queda el perro?" e parecem ter feito as pazes com o sucesso em um disco mais elaborado e com gostinho dos irmãos tímidos do primeiro álbum. É esperar pra ver e matar aqui as saudades de canções que te dão de presentes estrelas em um caixa de ceral.



Marcadores: ,

Enrique Bunbury lança novo disco em dezembro

E a moda pegou. Fito Paez tem um disco de covers, porque Enrique Bunbury não pode ter? O espanhol lança "licenciado cantinas", em que segundo ele, canta um tributo a América Latina, junto a sua banda Los Santos Inocentes.

Em tributo, entenda-se clássicos independentes de gostos, sobra até para Willie Colon, conhecido salseiro e trompetista. O primeiro single do álbum, com data de estréia confirmada para 13 de dezembro, se chama "Odiame", versão de canção de Federico Barreto e Rafael Otero Lópes, e que vocês ouvem ai embaixo:

Latin "Calle 13" Grammy




E foi um massacre. Os porto-riquenhos começaram a gala com 10 indicações e levaram nove prêmios. A noite começou eles, em versão belíssima de Latinoamerica junto ao Maestro Dudamel e sua Orquestra Sinfonica Simon Bolivar.




Dai pra frente foi uma sessão de apresentações intercaladas a prêmios do Calle 13, surpresa era quando outra pessoa ganhava. Franco de Vita até brincou depois de levar o prêmio de melhor vocal masculino: "Ainda bem que o Calle 13 não estava concorrendo nessa categoria".

Shakira foi homenageada e subiu ao palco duas vezes e estreando seu novo single, "Antes de las seis". Paula Fernandes mostrou seu português cantando com Romeo, ex-aventura em mesma apresentação que a atriz/cantora/idola da disney Demi Lovato mostrou que consegue cantar em espanhol.


Pepe Aguilar investiu em músicas tradicionais e sobrou até pra "Cielito Lindo" (tá chegando a hora....) enquando Maná cantou pela miléssima vez "lluvia al corazon" (e apareceu pra pegar seu prêmio de melhor album rock). Além deles, houveram as apresentações de Franco De Vita com Alejandra Guzmán, Pitbull com Marc Anthony, Romeo Santos com Usher, Marco Antonio Solís, Alex, Jorge y Lena e Los Tigres del norte com Paulina Rubio. Uma noite memorável para Calle 13, mas bem normal para todo o resto. Com vocês, a lista dos ganhadores e algumas das apresentações:










Gravação do ano – Lationamerica de Calle 13

Canção do Ano – Lationamerica, escrita por Rafa Arcaute e Calle 13

Artista Revelação - Max Capote

Álbum do Ano – Entren Los Que Quieran de Calle 13

Melhor Álbum Pop Feminino – Sale El Sol de Shakira

Melhor Álbum Pop Masculino – En Primera Fila de Franco De Vita

Melhor Álbum Pop de Dupla ou Grupo - Alex, Jorge Y Lena de Alex, Jorge, y Lena

Melhor Álbum de Música Urbana – Entren Los Que Quieran de Calle 13

Melhor Canção Urbana – Baile De Los Pobres, escrita por Rafa Arcaute e Calle 13

Melhor Álbum Rock – Mienteme - Prometeme de Don Tetto

Mlehor Canção Rock – Labios Rotos escrita por Leon Larregui e Zoe

Melhor Álbum Alternativo – Musica De Fondo: MTV Unplugged” de Zoe

Melhor Canção Alternativa - Calma Pueblo escrita por Rafa Arcaute e Calle 13

Melhor Álbum Salsa – Todos Vuelven Live de Ruben Blades y Seis Del Solar

Melhor Álbum Instrumental – Forever de Chick Corea, Stanley Clarke, e Lenny White

Melhor Álbum Folk – Deja La Vida Volar – En Gira de Mercedes Sosa

Melhor Álbum de Jazz: - Panamericana Suite” by Paquito D”Rivera

Marcadores: ,

Cuarteto de nos e Kevin Johansen de graça no Rio


A cidade de Niterói, no Rio de Janeiro, abriga o Encontro com a America do Sul durante o mês de novembro. Entre a programação, muita coisa boa e o melhor, GRATUITA!

Além de música, está rolando palestras ,exposições e teatro que irão acontecer durante todo o mês, e vocês encontram a programação completa vocês aqui.

Mais o que me chamou mesmo é a música né gente? Separei algum dos destaques do evento para verem como vai passar coisas bem legais por Niterói esse mês:

- Cuarteto de nos - 16 e 17/11, às 20h, no Teatro Municipal de Niteroi.
- Kevin Johansen e Lisandro Aristimuño com Paulinho Mosta, às 19h30 na praia de Icaraí.
- Kevin Johansen - 23/11, às 20h, no Teatro Municipal de Niteroi.
- Lisandro Aristimuño - 24/11, às 20h, Teatro Municipal de Niteroi.
- Bajofondo - 26/11 às 19h30 na praia de Icaraí.

Hoje é dia de grammy, bebê


E a festa da música latina é hoje! A premiação acontece em Las Vegas, às 22h daqui do Brasil (19h no horário américano), e tem Shakira como homenageada do ano. Além da colombiana, se apresentam no palco Pepe Aguilar, Calle 13, Franco De Vita com Alejandra Guzmán, Paula Fernandes, Maná com Prince Royce, Pitbull com Marc Anthony, Romeo Santos com Usher, Shakira, Sie7e, Marco Antonio Solís e Los Tigres del norte com Paulina Rubio.

Calle 13 sai na frente com 10 indicações, seguido do Franco de Vita, com cinco. Quais são as apostas para hoje a noite? Para quem não viu, divulgamos a lista de indicados em setembro, clique aqui para ver.


Atualizando: Amorecos, é só dar o play e se divertir.

Watch live streaming video from lapatillalive at livestream.com

Marcadores: ,

Fito Paez e canções para alienigenas

E Fito fará um disco de covers para alegria dos fãs. Segundo o argentino, "Canciones para Aliens" marca sua memória músical sentimental e contará com versões de músicas de artistas como Pablo Milanés, Jacques Brel, Charly Garcia e o nosso Chico Buarque.

O disco ainda não tem data de lançamento, mas Fito apresentou em seu facebook oficial o primeiro single, o cover "Un beso y una flor" de Nino Bravo. Esse é o primeiro disco depois do premiado "Confia", que trouxe Fito alias para show em 2010 no Telefonica Sonidos em São Paulo.


Marcadores: ,

Sueño de Morfeo publica novo disco, ouça Single


Os espanhóis lançam material novo nos últimos meses do ano. Apesar de não confirmado pela banda, o novo ábum deverá ter o nome de "Se buscan sonrisas", mesmo nome que leva uma série de fotos publicadas no site da banda As gravações do disco estão acontecendo em Los Angeles e ainda não acabaram. O primeiro single, de acordo com os integrantes de el Sueño de Morfeo deverá estreiar no início de outubro.

Atualizado: 05/11/2011: O disco se chama mesmo "Se buscan sonrisas", mas foi adiado para o apagar das luzes de 2011, ínicio de 2012 e ainda não ganhou data oficial de lançamento. Essa semana foi lançado o primeiro single "Depende de ti" que vocês conferem ai embaixo:

Marcadores: , ,

Los trigres

Old but gold

Confesso: não tenho paciência mas adoro ritmo de banda. Esse unplugged do Los Tigres del norte virou um guilty pleasure meu pra quebrar a rotina e é ele que entra no nosso old but gold de hoje. Los tigres é uma das bandas mais tradicionais do méxico, cantando a realidade do mexicano que cruza a fronteira em "La jaula de oro". Junta-se Juanes pra dar uma hypada na brindeira, e temos a música do dia. Que tal?


Marcadores: ,

Ouça: canção inédita de Gustavo Cerati


Vazou essa semana canção gravada pelo argentino entre 2002 e 2003 como parte do projeto com o DJ alemão Wunder. É a primeira canção inédita do cantor a aparecer depois de quase dois anos de coma e mesmo sendo uma gravação caseira, vale a pela conferir. Com vocês: "Vamos a tu hotel":