Aviso


AVISO




Depois de quatro anos com muitas notícias do mundo latino, o Mescla Cultural fecha as suas portas. O blog não será mais atualizado, mas seu conteúdo permanecerá online. Aos leitores, meu muito obrigada por todos esses anos!





Marcadores: , ,

Disco da semana: Hu hu hu



E o disco da semana é de Natalia Lafourcade, e ela é um negócio complicado: dez anos de carreira, e pouca gente compreende exatamente o que essa menina baixinha quer com a música. "En el 2000" estourou e ninguém entendeu como uma menina de 18 anos tinha tanto a cantar. Dai surgiu La fourquetina, a banda, um disco instrumental pouco entendido e finalmente "Hu hu hu".

Esse disco, de 2009, foi a volta de Natalia as graças do público. Antes, ela era a "garota-colaborações", era incrível a quantidade de gente que a mexicana apoiava e os resultados sempre maravilhosos dos feats que participava. Em "hu hu hu" temos uma sonoridade lúdica, muito marcado no piano e violão e apri cantora comandando pelas cordas vocais. As musicas crescem e aparecem e te levam (mesmo em canções longuissimas como Azul, com mais de seis minutos que você não percebe passar).

Destaque para a já citada Azul, os singles do album, Ella es bonita, No viniste e Cursis Melodias. Ainda chamam atenção Niño Rojas e a canção que dá nome ao disco e tem participação de Julieta Venegas. Natalia só peca ao meu ver, com as canções em inglês, pois por mais que a cantora tenha passado anos fora estudando musica e domine o inglês como ninguém, um pouco da magia se perde na tradução e ela se torna apenas mais uma cantora de folk. É um álbum que vale a pena escutar, e também ver, como vocês assistem nos clipes abaixo. Natalia é visual, e abusa disso pra mostrar suas músicas.




0 comentários:

Postar um comentário