Aviso


AVISO




Depois de quatro anos com muitas notícias do mundo latino, o Mescla Cultural fecha as suas portas. O blog não será mais atualizado, mas seu conteúdo permanecerá online. Aos leitores, meu muito obrigada por todos esses anos!





Marcadores: ,

Babasónicos

Já que essa semana não teve enquete, a coluna é sobre o perdedor da semana passada.

Profile: Babasónicos

Adrián “Dárgelos” Rodríguez e Diego “Uma-T” Tuñón estavam cansados do cenário musical argentino, queriam sair da mesmice. Nessa cruzada então se juntaram Diego “Uma” Rodríguez,Diego “Panza” Castellano, Mariano “Roger” Domínguez e Gabriel “Gabo” Mannelli. Estava formado o Babasónicos.


Assim que formaram a banda começaram a gravar o disco de debut. Em 1992 saia "Pasto", com colaboração de Gustavo Cerati (de quem receberam convite para abrir os show do Soda Stereo) que ganhou força graças a canção "D-generación". Dois anos depois lançaram "Trance Zomba" e o som foi ficando cada vez mais psicodelico, principalmente com a entrada de DJ Peggyn a banda.

Seguiram assim nos seguintes discos "Dopádromo" e "Babasónica" mas voltam ao mais experimental com "Miami". Então por diferenças artisticas DJ Peggyn sai do grupo e o Babasonicos largam a Sony Music, sua gravadora para formar seu próprio selo, o Bultaco Records, onde lançam Vórtice Marxista, Groncho e Vedette, álbuns com todos os lados Bs do grupo até então.

Em 2001 a banda entra em uma fase mais pop com o lançamento de Jessico. Os singles "El loco" e "Los Calientes". Dois anos depois chegam a "Infame". Cada vez mais a banda cai no pop e nas graças da argentina embalada pelas músicas do disco como "Putita", "Risa" e "Irresponsables".

Sendo editados em mais de 15 países, os argentinos gozavam de uma posição respeitável quando lançam "Anoche" outro sucesso. O álbum tem faixas como "El Colmo" e "yegua", clássicos do grupo. Em 2008 lançaram o nono e último disco de estúdio "Mucho". Ele é o último com a participação de Gabriel Mannelli que morreu vítima da doença de Hodgkin. A banda está desde então na estrada em divulgação.


Babasónicos é um pilar da música argentina, apesar de injustiçados pela crítica são queridos do público independente do estilo e continuam a fabricar clássicos a cada novo álbum.

2 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    Babasonicos são muitos bons no que fazem,musica criativa e original...ñ os conheço muito,mas os respeito logo de cara

  1. Anônimo disse...:

    A musica que eu mais escuto na atualidade, cuasi todo dia, é "Los Caliente"... não esquecer de "Cuello Rojo" um verdadeiro rock...
    Acho interesante falar ou redescubrir outra grande banda argentina, Soda Stereo, super conhecida e apreciada por amadores e especialistas da musica da America e Europa...Eles apadrinharam Babasonicos no inicio da sua carreira... Acho muito Interesante ese fato, ouvindo o som de Gustavo Cerati, ex Soda Stero, da para perceber um minimo de vinculo musical com "Baba" e outras bandas Pop Rock da Argentina e America Latina...
    Juan Pablo / pespanhol@ymail.com

Postar um comentário